Publicado por: Katarine Rosalem | 15/08/2009

Prosa Notícias

Dança contemporânea, museu popular e muito mais

 

Vida, loucura e arte em espetáculo de dança no Theatro Carlos Gomes

Acontece hoje e amanhã, a partir das 20 horas, Teatro Carlos Gomes, o espetáculo de dança contemporânea Inumeráveis Estados do Ser, que retrata o conflito individual e a linha entre razão e loucura, apresentado pela Cia In Pares.
A direção e a coreografia são de Gil Mendes e Bianca Corteletti.
Segundo Gil Mendes, Inumeráveis Estados do Ser é uma obra de dança contemporânea de caráter experimental concebida a partir da pesquisa sobre vida, loucura e arte, e que se propõe desvendar a essência sensível, criativa, subversiva e original daquilo que chamam de insanidade.
“É um mergulho em nossos estados múltiplos, em nossos processos inconscientes e profundos”, resumiu.
O espetáculo tem patrocínio da Lei Rubem Braga, da Prefeitura de Vitória.

IV Concurso Público Prêmio Culturas Populares abre inscrições

Foi lançado, pela Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura (Minc), o IV Concurso Público Prêmio Culturas Populares – Edição 2009. Esse ano o prêmio homenageia a mestra Dona Izabel, artesã e ceramista do Vale do Vale do Jequitinhonha.
O concurso vai selecionar 196 iniciativas de “mestres dos saberes e fazeres tradicionais, grupos ou comunidades que trabalham com as expressões das culturas populares”.
As inscrições vão até o dia 28 de agosto. Cada um dos 196 candidatos selecionados receberá R$ 10 mil, divididos da seguinte forma: 60 prêmios para mestres; 135 prêmios para grupos/comunidades (formais ou informais) e um prêmio para a mestra homenageada. O valor total investido é de R$ 1,96 milhão.
O Minc vai selecionar trabalhos ou projetos que contribuam para o fortalecimento das culturas populares brasileiras. Ele tem o apoio da Secretaria de Cultura de Vitória.
Edital e outras informações pelo site http://www.cultura.gov.br/editais ou pelo e-mail pcp2009@cultura.gov.br ou pelo telefone (61) 3316-2350.

Ilha das Caieiras vai ganhar museu com histórias contadas pelos moradores

A Ilha das Caieiras vai ganhar um museu sobre sua história. Para isso, o projeto Terra Mais Igual e Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de Vitória estão levantando, junto à comunidade local, material histórico que servirá de base para compor parte do acervo do Museu da Ilha.
Foram indicados pelos moradores dez entrevistados, que vão relatar a origem do bairro e as curiosidades do processo de povoamento da localidade. O que vai compor o Museu será uma decisão que contará com o envolvimento da comunidade da Ilha das Caieiras.
O espaço será um trabalho multidisciplinar integrado com as diversas secretarias da administração municipal.

Minicinema para estudantes conhecerem turismo e história da capital durante a GranExpoES 2009

Parte do estande da Companhia de Desenvolvimento de Vitória (CDV), durante a GranExpoES 2009, que acontece no Pavilhão de Exposições de Carapina, desta terça-feira (18) a domingo (23), será transformada em uma sala de projeção, para exibição do desenho animado “Iá, é nossa ilha!” para cerca de 20 mil estudantes.
O desenho animado infantil é uma produção da Prefeitura de Vitória, por intermédio da CDV, voltado para o Programa de Iniciação Escolar para o Turismo.
A superintendente de Turismo da CDV, Valéria Mariano, informou que as 20 mil crianças não são oriundas da rede de ensino fundamental de Vitória, mas de todo o Espírito Santo e que estarão participando de oficinas dentro do evento, segundo dados repassados pelos organizadores da GranExpoES.
A programação da GranExpoES 2009 é ampla e atrai um público variado, o que motivou a divulgação do turismo de Vitória e de seus projetos e programas.
Além de uma programação tradicional, com leilões e exposição agropecuária, será promovida, pela organização do evento, atividades educativas para crianças em uma fazenda ecológica.
A programação ainda possui fóruns, seminários, palestras e minicursos. A feira ainda oferecerá shows regionais, apresentações folclóricas, praça de alimentação e degustação de petiscos dentro do Roda de Boteco. O evento será das 8 às 22 horas.

Centro de Artes da Ufes promove evento sobre restauração

Acontece, a parir desta segunda-feira, a I Jornada do Núcleo de Conservação e Restauração e a III Jornada de Estudos do Grupo de Pesquisa em Imagens Cristãs. O evento é uma promoção do Centro de Artes da Uiveridade Federal do Espírito Santo (Ufes) e tem como objetivo divulgar trabalhos e pesquisas realizados pelos dois grupos.
Durante o evento haverá apresentações de trabalhos de graduação e de resultados de pesquisas de professores, técnicos e alunos bolsistas de Iniciação Científica, mestrandos e doutorandos. Os trabalhos versam sobre as áreas de patrimônio, imagens cristãs e restauração.
O evento conta ainda com exposição dos projetos realizados pelo Núcleo de Conservação e Restauração, e vai até o dia 19 de agosto.
As inscrições têm valor de R$ 5,00 e podem ser realizadas no Núcleo de Conservação e Restauração, no Cemuni I, do Centro de Artes. Mais informações: 4009-2585.

Confiras a programação

17 de agosto

9h às 12h – Apresentação final de Trabalho de Graduação: Análise tipológica dos estofamentos das esculturas policromadas do acervo de arte sacra do Museu Solar Monjardim – Fuviane Galdino Moreira.

14h às 15h – Conferência: Quando ver faz cantar. Imagens e neumas no Tonário do manuscrito BNF Lat 1118: entre performance e performativité – Prof. Eduardo H. Aubert (EHESS, Paris).

15h – Abertura da Exposição: Restauração – uma ação sobre o tempo.

18 de agosto

9h às 9h40 – Conferência: Ambivalências do sagrado: da devoção para a coleção – Profº Attilio Colnago.

9h40 às 12h – Comunicações: Os documentos da igreja na preservação do seu patrimônio artístico e histórico – Albanize Monteiro

Imagens de tecido: uma técnica rara na imaginária brasileira – Profª Gilca Flores de Medeiros

Reintegração: seus critérios e técnicas – Camila Gavini Viana

Tratamento da policromia – Reflexões sobre intervenções em esculturas estauradas pelo NCR – Raquel Ramos Pimentel

A Restauração como resgate da história: anjos do acervo de Arte Sacra do Museu Solar Monjardim – IBRAM/ES – Karoline Marques Stelzer

Branca de Neve: modificações iconográficas a partir da repintura popular – Renato Marianno

19 de agosto

9h às 9h40 – Conferência: Imagens censuradas, imagens esquecidas, imagens transformadas – Profª Dra. Maria Cristina C. L. Pereira

9h40 às 12h – Comunicações: As miniaturas do Beatus de Facundus na Espanha moçárabe – Fabiana Pedroni Favoretto

Imagens do feminino em um manuscrito do século XV – Elza Heloisa Filgueiras
O conjunto escultórico do Poço de Moisés de Claus Sluter na Cartucha de Champmol de Dijon – Paloma Lima

Aspectos da Imaginária Sacra dos Franciscanos em Vitória – Andrea A. Della Valentina
Iconografia da Boa Morte e aspectos da religiosidade popular no Nordeste no início do século XX – Fabíola Veloso Menezes

Os vitrais da Catedral de Vitória e seus doadores – Mônica Cardoso Lima

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: